segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Pastor Silas Malafaia critica preconceito da imprensa contra evangélicos e reafirma plano de abrir mil novas filiais da ADVEC

Na última sexta-feira, 15 de fevereiro, o pastor Silas Malafaia voltou a falar sobre temas polêmicos em que esteve envolvido recentemente, numa entrevista à Rádio Melodia FM 97,5, do Rio de Janero.
O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) afirmou que mesmo com as críticas que sofre da mídia, é importante que exista liberdade no setor: “Eu desejo uma imprensa sempre livre, mesmo que ela fale mal de mim, isso é fundamental para o Estado Democrático de Direito”.
Porém, o pastor ressaltou, segundo informações do Christian Post, que boa parte da mídia tem preconceito contra evangélicos, e que só passou a dar maior destaque aos assuntos que envolvem esse setor da sociedade devido ao crescimento registrado nos últimos anos.
Sobre a polêmica matéria da revista Forbes, em que foi apontado como um dos cinco líderes religiosos mais ricos do Brasil e que teria um patrimônio de aproximadamente US$ 150 milhões, Malafaia afirmou que sua maior frustração se deu pela repercussão no meio evangélico.
“O que machuca é [...], eu não tô nem aí para o ímpio, mas gente do nosso meio vir a notícia e ir falar mal sem analisar se é certo ou se errado?”, questionou.
A respeito das polêmicas protagonizadas por outros líderes evangélicos, o pastor afirmou que está atento ao que os seus pares tem feito: “Eu não vou me calar se um pastor usar a imprensa para trazer heresia à igreja! Se algum pastor pega o microfone para falar que 99% dos cantores gospel são endemoniados… ‘vai tomar pau!’”, disse, fazendo referência ao episódio em que o bispo Edir Macedo criticou artistas cristãos.
Silas Malafaia reafirmou o propósito de abrir mil novas filiais da ADVEC no Brasil, mas enfatizou que não se trata de competição: “Nós temos que ganhar almas para Jesus!”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário