terça-feira, 2 de abril de 2013

Vídeo – Em entrevista ao Agora é Tarde, pastor Marco Feliciano fala com Danilo Gentili sobre polêmicas e rebate acusações de racismo e homofobia; Assista na íntegra


Vídeo – Em entrevista ao Agora é Tarde, pastor Marco Feliciano fala com Danilo Gentili sobre polêmicas e rebate acusações de racismo e homofobia; Assista na íntegraA participação do pastor Marco Feliciano no programa Agora é Tarde, de Danilo Gentili teve abordagens de diversos temas que estão ligados à sua atividade parlamentar e sacerdotal, e foi recheada de momentos de descontração.
O apresentador iniciou o programa mencionando que se ele optasse por “esculachar” o pastor, no dia seguinte seria a pessoa mais popular do Brasil, mas que optou por fazer uma entrevista “normal”.

“De verdade, mesmo, foi uma surpresa o senhor aceitar estar aqui”, disse Gentili, ao cumprimentar o pastor, lembrando que o momento que Feliciano atravessa é bastante tumultuado. No momento que a entrevista foi ao ar, o apresentador Danilo Gentili e o pastor Marco Feliciano se tornaram um dos assuntos mais comentados no Twitter, figurando no Trending Topics do Brasil.

No âmbito político, Gentili questionou como o pastor havia sido eleito para o cargo de presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, e Feliciano explicou o acordo que definiu sua eleição, dizendo que o Partido dos Trabalhadores optou por ficar com a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e que a CDHM “sobrou” para o PSC. Gentili aproveitou a menção à CCJ e falou sobre os dois parlamentares petistas condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no caso do Mensalão – deputados federais João Paulo Cunha e José Genoíno (SP) –  que foram indicados para esta comissão e que “ninguém fala nada”.

Usando a deixa de Gentili, Feliciano voltou a alfinetar a imprensa citou que as únicas oportunidades de falar “coisa séria”, tem sido em programas de humor, como na entrevista ao Pânico na BandO pastor aproveitou para dizer que toda a polêmica em torno dele serviu para atrair os olhos da mídia para a CDHM e que isso proporcionou um destaque às atividades da Comissão, o que não acontecia há tempos.

Sobre a prática homossexual, Gentili exibiu um vídeo em que o pastor pregava em púlpito dizendo não desejar que suas filhas ao saírem às ruas, vissem “homens barbados e de perna raspada se beijando”. Feliciano voltou a afirmar que se incomoda com a cena, e que por isso, mantinha sua posição, ressaltando que o “pensamento conservador” não é crime.
Feliciano comentou os vídeos editados de cultos pentecostais dos quais participou e que se tornaram hits na internet, devido às manifestações espirituais popularmente apelidadas de cai-cai e disse: “A moçada é bem criativa, eu acho engraçado”.

Sobre acusações de que seus assessores não trabalham em seu gabinete na Câmara, o pastor parafraseou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), dizendo que “deputado que fica muito em Brasília não consegue se reeleger”, e explicou que como seu público de eleitores é evangélico, nada mais natural que seus assessores sejam pastores que atendam esse público em sua base eleitoral, que é São Paulo.

Confira a íntegra da entrevista no vídeo abaixo, a partir dos 11 minutos:

Um comentário:

  1. Olá, povo de Deus!
    Esta entrevista, apesar de tentar mostrar certa descontração é carregada de muita sutileza conforme pode ser facilmente notado.Tentam a todo custo pegar o deputado em uma falha para incriminá-lo, envergonhá-lo, jogando assim a população contra ele.O mundo da política é um ambiente perigoso porque é um mundo de interesses e disputas de aspirações.As críticas extremamente pesadas lançadas contra os evangélicos deveriam ser também feitas com o mesmo peso aos grupos dominantes(religiosos e políticos) que atuam e sempre atuaram nesta nação.Não é fácil estar na Cova dos Leões e ter de enfrentá-los. Daniel, José do Egito,e tantos outros personagens bíblicos sentiram o peso das oposições no cumprimento de sua missão.O jogo é pesado. É sujo.Se o parlamentar evangélico não buscar experiência em Deus e em nas pessoas maduras, as quais entendam de políticas sociais e Marketing político certamente sofrerão muito a ponto de quase desistir e serem esmagadas.A política tem seu mecanismo próprio, e Jesus deixou isso bem claro.Precisamos entender que Deus estará sempre ao lado dos seus.Nada prevalecerá contra os que andam com Deus.Ele é Senhor.Deus tem o controle de todas as coisas. O seu poder está acima de todos os governos.Todas as nações se dobrarão diante do Senhor dos Exércitos.Quem resite diante do bramido do leão?Precisamos orar por nossos irmãos que foram colocados no parlamento brasileiro, cobrar deles e se possível aconselhá-los nas oportunidades.Enviar-lhes E-Mails, telefonar, enfim, sempre lhes lembrando de suas responsabilidades na posição que agora exercem e ostentam.
    Também precisamos buscar discernimento para entender o quadro político que todos os dias nos é apresentado pelas redes sociais e televisivas, pois elas na sua maioria servem apenas a um senhor, bem diferente daquele que nós evangélicos servimos.Assistam não só um tipo de jornal, nem só um canal de televisão. Façam um paralelo e tiremos nossas conclusões, pois este sistema é um vampiro.Martin Luter King sofreu muito enquanto lutava pela conquista dos direitos raciais nos EUA.A pressão não foi fácil.Hoje nossa presença incomoda a muitos.Também é preciso levantar um clamor diário de oração. É hora da igreja orar! Está sendo travada uma guerra numa dimensão inimaginável neste momento em todo o mundo.Abre os teus olhos igreja!O mundo precisa agora mais que nunca de homens destemidos e profetas, de fato.

    Rev. Renilson Ornelas
    Seriedade no Oficio de Pastorear
    www.pastorfamilia.blogspot.com

    ResponderExcluir