segunda-feira, 29 de abril de 2013

Vídeo - Padre que defende o homossexualismo pede desligamento da igreja



Ele concedeu uma entrevista afirmando que a Igreja Católica precisa seguir as mudanças sociais.


Padre que defende o homossexualismo pede desligamento da igrejaPadre que defende o homossexualismo pede desligamento da igreja
Depois de ser repreendido pelo bispo Dom Caetano Ferrari, o padre Roberto Francisco Daniel, da cidade de Bauru (SP) resolveu se desligar das suas funções religiosas dividindo a opinião dos moradores da região.
O padre Beto, como é conhecido, contestava os princípios morais da igreja e dizia que ela deveria acompanhar as mudanças sociais. Seus ideais foram afirmados em uma entrevista publicada no Youtube onde ele aparece defendendo a homossexualidade e falando também a respeito das relações extraconjugais.
Defensor dos ideais progressistas, o padre chamava a atenção exatamente por fugir do padrão tradicional dos padres mais conservadores, o que rendeu uma série de reações contrárias vinda dos fiéis mais religiosos.
Por outro lado, a notícia de que ele estava se desligando da paróquia fez surgir uma grande mobilização de apoio entre os frequentadores das missas e palestras celebradas por ele.
Ao noticiar sua decisão, o padre disse que não pode ter sua liberdade de reflexão tirada pela igreja. “Se refletir é um pecado, sempre fui e sempre serei um pecador”, disse ele.
O pontífice não descarta a possibilidade de voltar a realizar as missas e afirma que vai continuar mantendo o celibato e atendendo o pedido dos fiéis para realizar reuniões de oração. Contudo, entre a Igreja e a sua consciência ele escolhe a segunda. “Deixo a igreja e permaneço com a minha coerência”, disse ele.
Formado em teologia pela universidade Ludwig-Maxilian de Munique, Roberto Francisco Daniel sempre se comportou de uma forma diferente dos demais padres. Além de defender a mudança dos dogmas da igreja ele ousava na sua forma de vestir: camisetas com estampas “roqueiras”, piercing e anéis.
Frequentador de choperias, foi em uma delas que ele aceitou ser entrevistado para explicar o que pensa sobre diversos assuntos, defendendo neste vídeo que as relações extraconjugais deveriam ser reveladas. Em sua opinião quando a outra pessoa confessa que mantém outro relacionamento não está cometendo uma traição.
Assista:

Nenhum comentário:

Postar um comentário