quinta-feira, 18 de abril de 2013

Vivendo uma nova vida


“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2 Co 5:17)

Fonte: Portal IAP
 

vida novaA pessoa natural é orientada pela sua mente, pelos seus próprios sentimentos, pelos seus próprios interesses e pelas suas próprias vontades.
 
Mas a pessoa espiritual (salva por Jesus) é orientada pela palavra de Deus e passa a viver uma nova vida.
 
Viver uma nova vida é viver orientado pela palavra de Deus. O apostolo Paulo diz que viver orientado pela Palavra é deixar-se moldar por ela. Em 2 Tm 3: 16 fica  claro que a base da nova vida em Cristo é a Escritura Sagrada. Os seus ensinos são capazes de transformar totalmente a vida de uma pessoa.
 
Quando falamos de ensinos que podem transformar a vida de uma pessoa, alguém pode dizer: mas existem outros ensinos que também podem transformar a vida de uma pessoa! Então qual é a diferença do ensino da Bíblia para os outros? A questão é que o ensino que tem base na Bíblia Sagrada é capaz de atuar em todas as áreas da vida de uma pessoa, enquanto outros ensinos, por melhores que sejam, não têm  essa capacidade. O estudo secular, por exemplo, é muito especifico, a ciência vai preparar um para ser méedico pediatra, mas ao mesmo tempo esse não poderá atuar como um cardiologista.
 
Tudo isso porque quem desenvolveu essa ciência é limitado (homem), totalmente diferente de Deus que é ilimitado. Entendemos isso muito bem quanto meditando na palavra do apostolo Paulo em 2 Timóteo 3:16, “Pois toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver”.
 
Em Gálatas 1:11-12, ele afirma: Meus irmãos, eu afirmo a vocês que o evangelho que eu anuncio não é uma invenção humana, eu não recebi de ninguém, ninguém o ensinou a mim, mas foi o próprio Jesus Cristo que o revelou para mim.” Isso deixa claro que esse ensino é especial porque é de Deus.
 
Nessa nova vida é essencial o conhecimento de Deus, porque se o novo homem não buscar esse conhecimento ele pode desagradar a Deus, tendo comportamentos errados durante sua caminhada. Oséias 4:6 diz: “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus filhos”.
 
Praticando o perdão
 
A partir do momento que recebemos nova vida em Cristo Jesus devemos praticar as coisas boas que a palavra de Deus nos ensina, e uma das maravilhas de Deus é o ensino sobre a prática do perdão.
 
Vivemos uma nova vida e devemos isso ao perdão de Deus. Confira em Efésios 4:32: “Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo”. Se não perdoamos, não somos perdoados (Mateus 6:12) e não teremos nossas ofertas aceitas por Deus. “Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta” (Mateus 5: 32-24).
 
Praticando o amor
 
Para viver uma nova vida com Deus, todo homem precisa do seu amor, é por meio desse amor que o homem pecador tem a sua vida transformada. Essa transformação é como se o homem estivesse morto e revivesse. Confira em Colossenses 2:13: “Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões”. , É uma nova chance para viver de forma diferente do que fora a sua vida  no passado, como Paulo diz: para ser uma nova criatura.
 
A Bíblia diz que tudo isso só é possível por causa do amor de Deus em dar o seu filho para morrer por nós, “Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele”, (1º João 4:9). É por isso que o homem deve retribuir ao seu próximo esse amor, amando o como o Senhor o amou, “O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei” (Jo 15:12).
 
Praticando a oração
 
Aquele que agora vive uma nova vida na presença de Deus tem deveres. Até aqui já vimos que para viver uma nova vida, é preciso: viver orientado pela Palavra, praticando o perdão, praticando o amor e agora, veremos o último ensinamento desse texto, praticando a oração.
 
O novo homem em Cristo Jesus é dependente de Deus e precisa ter uma vida de oração, pois é dessa forma que ele diz ao Pai que precisa dele. Aquele que não ora demonstra arrogância, orgulho e passa a mensagem de que não precisa de Deus.
 
Alguns podem dizer: orar é perda de tempo, é coisa de quem não tem o que fazer, é algo em vão, que Deus não se importa com isso. Quem pensa assim está enganado porque a palavra diz o contrário, veja: “O Senhor está longe dos ímpios, mas ouve a oração dos justos”, (Pv 15:29). Agora quero destacar alguns passos importantes para que sua oração esteja dentro da vontade de Deus. Primeiro, é importante ter fé, porque: “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11:6).
 
Em Mateus 21:22, Jesus declara que se crerem, receberão tudo que pedirem em oração, mas é preciso também entendermos que a vontade de Deus está acima da nossa. Tiago 4:15 diz: “em vez disso, deveriam dizer: “Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo”. Isso nos faz pensar na forma como nos relacionamos com Deus quando se trata daquilo que precisamos fazer e obter. Jesus também ensinou assim em Mateus 6:10: (…) seja feita a tua vontade.
 
Também devemos acreditar no agir de Deus, não importa o tempo, devemos perseverar em oração. Veja o diz o apóstolo Paulo:  “Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração” (Romanos 12:12). Por último,  não devemos ser egoístas ou fazer acepção de pessoas. Uma pessoa que goza do amor imerecido de Deus em sua vida não deve deixar de orar pelos mais carentes, principalmente sobre a carência espiritual.
 
Existem pessoas que, aparentemente, estão vivendo uma vida maravilhosa e até podem ser alvo da inveja de muitos, mas no seu íntimo, podem estar precisando das orações dos santos. Portanto, observemos esse excelente ensinamento de Deus para viver uma nova vida: “Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”.
 
Você é uma nova criatura em Cristo Jesus, viva essa nova vida recebida das mãos do Senhor observando sua Palavra, perdoando o seu irmão, amando o seu irmão e orando por todas as pessoas. Lembre-se: você recebeu um presente de Deus. Retribua amando o e amando ao próximo.
 
 
- Pr. Carlos Azevedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário