sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Guitarrista do Korn diz que se converter foi “a melhor coisa possível”


head


O guitarrista da banda de metal Korn, Brian “Head” Welch, concedeu uma entrevista a uma emissora de rádio norte-americana e afirmou que se converter foi “a melhor coisa possível”, pois a sua escolha o ajudou a abandonar o vício e permitir uma melhor relação com o Espírito Santo. O músico se converteu ao Evangelho em 2005, chegou a deixar a banda, mas retornou e agora testemunha sobre sua nova vida. O músico participou de um documentário intitulado “Holy Ghost”, baseia nas experiências de fé de quem acredita no Espírito Santo e tem como proposta mostrar a ação real na vida dessas pessoas.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Nos EUA, 80% da população afirma que Jesus deveria ser mais citado no Natal




Novos dados divulgados pelo instituto de pesquisas “LifeWay”, nesta semana, apontam que a maioria dos norte-americanos acreditam que deveria haver mais menções ou alusões a Jesus Cristo durante a época de Natal.


Imagem: DivulgaçãoAlguns dos resultados:
- 63% dos norte-americanos dizem que as pessoas devem visitar a igreja durante o Natal;
- 79% concordam que no Natal se deveria falar mais sobre Jesus;
- 70% dizem que o Natal seria melhor se pudesse manter o foco cristão;
- 39% dizem que “X-mas” é ofensivo. O termo surgiu de um trocadilho feito a partir da palavra “Christmas” (Natal), fazendo de alguma forma alusão à palavra “mass” (bagunça). A expressão tem sido usada com frequência por muitos norte-americanos atualmente;
- 29% dizem que a expressão “Boas festas” é ofensiva;
- 56% dizem que o filho de Deus existia antes de Jesus ter nascido em Belém;
Outro dado interessante é que 86% dos entrevistados afirmaram que deveria ser permitido que as crianças cantassem músicas religiosas de Natal em eventos patrocinados por escolas públicas, durante esta época do ano.
Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.
Fonte: CPAD News

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Rachel Sheherazade fala sobre fé e canta música gospel no Raul Gil









Rachel Sheherazade fala sobre fé e canta música gospel no Raul GilA jornalista Rachel Sheherazade participou do Programa Raul Gil no último sábado (13) sendo entrevista no quadro “Elas Querem Saber” com Thammy Miranda, Val Marchiori, Dani Bolina e Penélope Nova.
A âncora do SBT Brasil foi questionada sobre vários assuntos, inclusive podendo responder às questões polêmicas sobre pena de morte, legalização da maconha, casamento homoafetivo e política.
Por conta de suas posições polícias, consideradas conservadoras, Rachel Sheherazade perdeu o espaço de comentário no jornal e passou a ser alvo de inúmeros protestos e até sofreu ameaça.
“Já sofri algumas ameaças nas redes sociais. Os covardes se escondem através das redes, essas pessoas se valem do anonimato para poder ameaçar”, disse. Por conta disso os carros que ela utiliza são blindados para evitar qualquer ataque.
“A verdade incomoda”, disse a apresentadora quando foi questionada sobre as críticas que recebeu. Entre seus posicionamentos, o que mais chamou atenção da imprensa foi quando ela comentou sobre o caso dos justiceiros do Rio de Janeiro que amarraram um menor infrator em um poste.
Como cristã evangélica, Sheherazade confessou que entrega o dízimo na igreja e se posicionou contra o aborto. “Sou a favor da vida. Eu defendo a vida, que acontece através de um encontro entre duas células. O aborto é um mau remédio, ele não soluciona nada”, disse.
Além de falar sobre sua vida, família e carreira, a jornalista ainda teve a oportunidade de cantar uma música. A canção escolhida foi “Eu te agradeço Deus” do cantor Kleber Lucas.

Quem é Deus? Crianças de nove religiões diferentes dão suas impressões sobre a figura divina; Confira



Quem é Deus? Crianças de nove religiões diferentes dão suas impressões sobre a figura divina; Confira Qual a percepção das crianças sobre Deus? Nas diferentes religiões, o ensinamento sobre Deus é algo muito variável, e mesmo nas principais crenças monoteístas do mundo – cristianismo, judaísmo e islamismo – a forma como as crianças encaram Deus é bastante diferente. Essa é a conclusão que se pode tirar do depoimento de nove crianças sobre o Criador.
A jornalista Anna Virginia Balloussier, da Folha de S. Paulo, colheu as impressões de nove crianças de diferentes credos sobre Deus. As religiões representadas na reportagem são as que mais têm representatividade na sociedade brasileira.
Beatriz Dias Samuel, 08 anos, católica; Pietra Hanna Castanho, 10 anos, evangélica; Clara Veiga Carvalho, 10 anos, espírita; Luke Saul Jospa, 09, judaísmo; Mohamed Hussein Abid Ali, 08 anos, muçulmano; Manuella Araújo da Costa, 10 anos, candomblé; Ariom Scheffer, 11 anos, budista; Núbia Selassie Cestari Granello, 06 anos, rastafári; e Darah Cally Patrício, 08 anos, União do Vegetal (grupo dissidente da religião Santo Daime), deixaram suas impressões sobre a figura divina.
Para a evangélica Pietra, Deus é um companheiro fiel: “Deus nos ama e nos ilumina. Ele me ajuda quando alguém briga comigo. Teve uma confusão na escola, e a professora disse que eu participei, mas só estava lá comendo meu lanche”, disse a menina, expressando sua percepção a respeito do Pai.
Já a católica Beatriz usa a representação visual (comum no meio católico devido ao uso de imagens de santos) para ilustrar sua impressão do Deus onipresente: “No antigo tempo, não cortavam cabelo, então Deus tem o cabelo longo. Hoje Ele tá no meio do coração de todo mundo. Eu rezo para Ele deixar a gente ficar com o recreio um pouquinho maior”, contou.
O seguidor do judaísmo Luke, curiosamente, expressa sua impressão de Deus com uma ilustração superdimensionada da graça: “Para nós não tem inferno, só céu. Assim: vamos fingir que você está no teatro. Se foi uma muito boa pessoa, ficaria na frente, mais perto de Deus. Se foi uma ruim pessoa, ficaria lá atrás”, disse o menino, que desenhou o palco, sua representação de Deus no teatro ilustrativo, como um enorme sol.
Segundo o budista Ariom, Deus não pode ser medido: “Não tem um Deus físico. Deus é tudo e tudo é Deus. Ele é feito de luz. O arco-íris, no budismo, representa uma pessoa com coração iluminado”.
A praticante do candomblé Manuella lembrou da discriminação religiosa ao falar de Deus: “Oxum é a santa que me protege. Ela tá no mato, para curtir a vida. Uma professora uma vez contou que um lobo ia na porta da criança que não é batizada [como cristã]. Fiquei com medo, chorando”, lamentou.
“Sonhei que Jah estava no deserto e fazia todas as pessoas ficarem felizes. Ele é o meu coração e fica batendo em todos os momentos. Peço a Jah que o mundo fique bem limpinho”, disse a rastafári Núbia.
Santo Daime é uma religião que baseia as experiências sobrenaturais a partir da ingestão de um chá alucinógeno. Essa crença sofreu uma divisão, a União do Vegetal, que é seguida por Darah. E as características do culto praticado dentro dessa religião foram expostas na impressão da menina sobre Deus: “Desenhei o mestre Gabriel, o nosso guia. É muito legal beber [ayahuasca]. Tem gente que vomita, mas eu não sinto medo, sinto amor. E vontade de rir muito! Já vi árvores falando comigo”, contou.
O muçulmano Mohamed expressou sua maneira de enxergar Deus como uma criança e as preocupações normais da idade: Deus é tudo para mim. Peço para Ele deixar chover, mas algumas vezes não penso na água. Penso em jogar Nintendo DS”.
Ao final, a espírita Clara associou Deus à natureza e à doutrina da reencarnação: “Deus criou a borboleta. Ela é bonita e feliz. Começa como se fosse um bicho horroroso, gosmento, e vira uma borboleta linda. É como o espírito que reencarna: você vai crescendo e evoluindo”.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Morre em acidente aéreo Myles Munroe e esposa





O acidente vitimou Munroe (60) , a esposa Ruth e  a filha Charis.  O casal tinha mais um filho, Myles Jr. que não estava no acidente. 



O mundialmente conhecido escritor e líder do Ministério da Fé de Bahamas, Myles Munroe, e sua esposa Ruth morreram em acidente aéreo na tarde deste domingo nas Grand Bahamas.

No acidente morreram também a filha do casal, Charis Munroe (O casal tinha mais um filho, Myles Jr.)  e mais seis pessoas. Segundo relatos, o avião particular do pastor se chocou com um grande guindaste de carga em um estaleiro das Bahamas e se despedaçou no pátio em frente. O Lear Jet 36 executivo fazia um curto trajeto entre dois aeroportos locais.

Segundo a versão online do Caribbean News Desk, o choque com o guindaste ocorreu as 17:10h (hora local) quando o jato fazia a aproximação para pouso no Grand Bahama International Airport . A fotografia a seguir foi tirada minutos antes da decolagem do voo fatídico e mostra as pessoas que morreram no acidente.


Na foto, os passageiros e tripulação mortos no acidente. A foto foi publicada em uma rede social minutos antes da decolagem do voo que vitimou Munroe e mais oito pessoas.

Munroe esteve algumas vezes no Brasil a foi recepcionado inicialmente, por Robson Rodovalho da Sara Nossa Terra e num segundo momento, por Silas Malafaia que o recebeu em seus programas e congressos e editou alguns de seus livros no Brasil.

Em seu perfil do Twitter, Malafaia lamentou a perda.





No mundo, seus parceiros incluíam Benny Himm, Murdock e outros.
O ministério de Myles Munroe está organizando entre os dias 10-13 deste mês um fórum mundial de liderança em Freeport, Bahamas onde eram esperadas milhares de pessoas e convidados internacionais, muitos dos quais, já estavam no local no momento da divulgação do acidente. A página do ministério noticiou ontem a noite a morte do líder e informou aos seguidores que o evento iniciando hoje não seria cancelado, segundo a página: "esta seria a vontade do Dr. Munroe". Nesta segunda-feira, a página amanheceu com milhares de mensagem de condolências.






A teologia de Munroe


Munroe colocava ênfase em suas palestras e livros sobre o Reino de Deus e defendia uma escatologia pós milenista, que promovia  o caminho da construção neste tempo de um reino de paz e amor universal, um paraíso na terra.

Destroços no estaleiro de Grand Bahamas

Biografia

Munroe era bacharel em Artes e Educação, belas Artes e Teologia pela Universidade Oral Roberts, grau de Mestre em Artes e Administração pela Universidade de Tulsa e doutor em honorário grau pela Oral Roberts Universidade. Em 1998, recebeu o prêmio de “Oficial do Imperio Britânico” (OBE), que foi outorgado pelo Rainha da Inglaterra e o prêmio Jubileu de Prata (SJA) do Governo de Bahamas, por sua contribuição ao crescimento e fortalecimento de Bahamas. Foi autor ou co-autor de mais de 100 livros, sendo 23 deles com ênfase na autoajuda e no encorajamento. Foi autor de "bíblias de estudo" e escrevia para diversas revistas e jornais..

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Projeto de Lei de Jean Wyllys autoriza cirurgia de mudança de sexo PARA CRIANÇAS




Detalhe, o projeto prevê que mesmo se não houver consentimento dos pais para que a criança faça a cirurgia de mudança de sexo, essa criança pode autonomamente procurar a defensoria pública para garantir que sua vontade seja atendida.


O Projeto de Lei 5002/2013 - LEI DE IDENTIDADE DE GÊNERO, proposto pelos deputados Jean Wyllys – PSOL/RJ e Erika Kokay – PT/DF, em supra mencionados, trata acerca da viabilização e desburocratização para indivíduo ter assegurado por lei o direito de ser tratado conforme o gênero escolhido por  ele.  Por exemplo, se nasce homem e quiser ser tratado como mulher basta ir ao cartório, sem demasiadas burocracias e mudar seu prenome de João para Maria, e por conexão todos os documentos serão modificados em adequação ao novo nome.
O projeto define identidade de gênero como:
Artigo 2º – Entende-se por identidade de gênero a vivência interna e individual do gênero tal
como cada pessoa o sente, a qual pode corresponder ou não com o sexo atribuído após o
nascimento, incluindo a vivência pessoal do corpo.
Facilidades para fazer a alteração de identificação civil
Artigo 3º – Toda pessoa poderá solicitar a retificação registral de sexo e a mudança do
prenome e da imagem registradas na documentação pessoal, sempre que não coincidam com a
sua identidade de gênero auto-percebida.
Artigo 4º – Toda pessoa que solicitar a retificação registral de sexo e a mudança do prenome e
da imagem, em virtude da presente lei, deverá observar os seguintes requisitos:
I – ser maior de dezoito (18) anos;
II – apresentar ao cartório que corresponda uma solicitação escrita, na qual deverá manifestar
que, de acordo com a presente lei, requer a retificação registral da certidão de nascimento e a
emissão de uma nova carteira de identidade, conservando o número original;
III – expressar o/s novo/s prenome/s escolhido/s para que sejam inscritos.
Mesmo uma criança que não tenha consentimento dos pais poderá recorrer à defensoria pública para que sua vontade de mudança de nome seja atendida (Lembra do João que quer virar Maria do exemplo?)
Artigo 5º – Com relação às pessoas que ainda não tenham dezoito (18) anos de idade, a
solicitação do trâmite a que se refere o artigo 4º deverá ser efetuada através de seus
representantes legais e com a expressa conformidade de vontade da criança ou adolescente,
levando em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da
criança, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.
§1° Quando, por qualquer razão, seja negado ou não seja possível obter o consentimento de
algum/a dos/as representante/s do Adolescente, ele poderá recorrer ele poderá recorrer a
assistência da Defensoria Pública para autorização judicial, mediante procedimento
sumaríssimo que deve levar em consideração os princípios de capacidade progressiva e
interesse superior da criança.
Se uma pessoa for mãe ou pai e quiser mudar o sua qualidade paternal ou maternal no registro de nascimento do filho pode fazer (Por exemplo o pai que quer ser qualificado como mãe no registro do filho, fazendo assim o documento ficar registrado não mais com um pai e uma mãe, mas com duas mães, mesmo que a outra parte não concorde). O documento de casamento também pode seguir essa linha:
Artigo 7º
§2º Preservará a maternidade ou paternidade da pessoa trans no registro civil de seus/suas

filhos/as, retificando automaticamente também tais registros civis, se assim solicitado,
independente da vontade da outra maternidade ou paternidade;
§3º Preservará o matrimônio da pessoa trans, retificando automaticamente também, se assim
solicitado, a certidão de casamento independente de configurar uma união homoafetiva ou
heteroafetiva.
Mudança de Sexo e outros procedimentos a fim de adequar o corpo à identidade de gênero (Tudo pago pelo SUS)
O projeto garante também o direito à cirurgia de mudança de sexo, e não só isso, garante todos os procedimentos como ‘tratamentos hormonais integrais, a fim de adequar seu corpo à sua identidade de gênero auto-percebida’, TUDO ISSO BANCADO PELO SUS. 
Artigo 8º – Toda pessoa maior de dezoito (18) anos poderá realizar intervenções cirúrgicas
totais ou parciais de transexualização, inclusive as de modificação genital, e/ou tratamentos
hormonais integrais, a fim de adequar seu corpo à sua identidade de gênero auto-percebida.
§1º Em todos os casos, será requerido apenas o consentimento informado da pessoa adulta e
capaz. Não será necessário, em nenhum caso, qualquer tipo de diagnóstico ou tratamento
psicológico ou psiquiátrico, ou autorização judicial ou administrativa.
Menores de 18 anos poderão fazer cirurgia de mudança de sexo, mesmo sem a autorização dos pais, seguindo os mesmos critérios da alteração do registo civil.
§2º No caso das pessoas que ainda não tenham de dezoito (18) anos de idade, vigorarão os
mesmos requisitos estabelecidos no artigo 5º para a obtenção do consentimento informado.
Artigo 5, §1º in fine 
poderá recorrer a
assistência da Defensoria Pública para autorização judicial, mediante procedimento
sumaríssimo que deve levar em consideração os princípios de capacidade progressiva einteresse superior da criança.
Artigo 9º – Os tratamentos referidos no artigo 11º serão gratuitos e deverão ser oferecidos pelo
Sistema Único de Saúde (SUS) e pelas operadoras definidas nos incisos I e II do § 1º do art. 1º
da Lei 9.656/98, por meio de sua rede de unidades conveniadas.
O projeto está em tramitação e aguarda análise da Comissão de Direitos Humanos e Minorias ( CDHM ) da Câmara.


domingo, 5 de outubro de 2014

2015: O ano em que se iniciará a grande Tribulação?

2015: O ano em que se iniciará a grande Tribulação?

O teólogo e pastor Mark Biltz vem sendo alvo da mídia nos dias de hoje. Além de teólogo e pastor o mesmo é estudioso de profecias. Recentemente vem alertando com datas bíblicas que a grande tribulação poderá se iniciar no ano de 2015.
Usa como base eventos da lua(a então chamada Lua de Sangue) que coincide com datas de importantes eventos do calendário judaico.
Muitos cristãos se "desesperam" ao ler o texto escrito por Biltz. Tudo o que pode-se afirmar é que as datas utilizadas em seus textos não são totalmente precisas. Lembre-se que a Bíblia não trata, em momento algum, de anos(os quais conhecemos hoje), mas sim de períodos. Sabe-se que biblicamente as datas eram formuladas através de ciclos lunares, hoje, traduzidas para os anos que vivemos e conhecemos como um período de 365 dias.

Muitos pastores e cristãos utilizam o texto que se encontra em Apocalipse 6:12,13 como base para os acontecimentos da "lua de sangue" indicarem a volta de Cristo.
"12 E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;
13 E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte."
Lembremo-nos de que as chamadas "luas de sangue" não aconteceram(e ainda vão acontecer) apenas nos anos de 2014 e 2015. A NASA já possui datas marcadas em que irão acontecer mais 85 "Luas de Sangue" APENAS nos século XXI, porém, vale ressaltar que irá acontecer também após o século XXI e já aconteceram em séculos passados milhares de vezes.
O pesquisador Cristão Luiz Carlos Fernandes diz:
"Existe uma total diferença entre os eclipses lunares previstos aos milhares pela NASA e os fenômenos bíblicos que acontecerão na volta de Cristo”."
Temos também que lembrar que já vários pastores e estudiosos cristãos disseram que Jesus iria voltar em 2001, 2007 e agora em 2015, porém sem base alguma biblicamente falando. Para que essas Luas de sangue fossem realmente um sinal, o Sol teria que ter já escurecido(leia novamente a passagem de Apocalipse logo acima). Também lembre-se que para que tenhamos certeza que a volta de Cristo esteja próxima, o anti-cristo também irá aparecer e outros grandes eventos citados principalmente no livro de Apocalipse.
Dia 08 de outubro de 2014 teremos outra Lua de Sangue, mas não se apavore! É apenas um fenômeno natural!
Com base em Mateus 24:36-39 que diz:
"Mas a respeito daquele dia e hora, ninguém sabe nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai. Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem"
Podemos afirmar que quando se tratar realmente da volta de Cristo, o homem não poderá prever os eventos citados na Bíblia.

Por: Marcos Vinícius Padilha
Direitos reservados e exclusivos à DNA DE 
DEUS

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Luciana Genro afirma que ganhar do pastor Everaldo já será uma grande vitória







Open in new windowEm entrevista ao jornal O Globo, a candidata à Presidência da Republica pelo PSOL, Luciana Genro, disse que ganhar do pastor Everaldo já será uma vitória importante para ela e seu partido.
A candidata à Presidência da Republica pelo PSOL, Luciana Genro, concedeu na última semana uma entrevista ao jornal O Globo, na qual falou sobre sua campanha e sobre a contribuição que ela acredita estar sendo dada por seu partido às discussões eleitorais este ano. A candidata falou também sobre seus objetivos na disputa eleitoral, afirmando que “independentemente das possibilidades reais de ganhar” as eleições, ganhar do pastor Everaldo já será uma vitória importante para ela e seu partido.

Luciana Genro falou durante a entrevista sobre as principais bandeiras que tem defendido durante essa campanha eleitoral, destacando sua proposta de atualizar a tabela do Imposto de Renda, passando a taxar apenas salários mais altos do que os taxados atualmente, e defendendo também a regulamentação do imposto sobre grandes fortunas;

- Hoje, mais da metade da arrecadação de impostos federais vem de quem ganha até 3 salários mínimos – destacou, propondo uma mudança no panorama das arrecadações federais.

Questionada sobre como colocaria em prática propostas que não tem grande apoio entre os parlamentares, a candidata do PSOL afirma que, caso eleita, negociará com o congresso “na base da pressão popular”, e que irá compor o governo com representantes populares sem vínculos partidários.

Durante a entrevista, Luciana Genro também criticou os outros candidatos, afirmando que Marina Silva tem uma visão “totalmente maniqueísta” e que a candidata do PSB “não enxerga que tem que ter um lado”.

- Quer ficar em cima do muro dizendo que vai governar só com os melhores. Mas de que lado? Marina quer dizer que está com os dois lados, mas isso não existe na política – criticou.

Ela teceu críticas também à candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, afirmando que a atual presidente “diz que está do lado do povo, mas na prática está ao lado dos ricos”.

Luciana Genro destacou também uma espécie de batalha direta para ficar à frente do candidato pelo PSC, Pastor Everaldo, nas urnas. Ela afirma que “independentemente das possibilidades reais de ganhar” as eleições, ganhar do candidato evangélico já será uma grande vitória para as bandeiras que representa.

- Porque, se o (Pastor) Everaldo acabar na minha frente, é sinal de que os setores reacionários estão com mais força do que os progressistas – afirmou Luciana Genro.

- Nosso objetivo é vencer a eleição. Mas ganhar do (Pastor) Everaldo já será uma vitória importante para as bandeiras que represento. Vai mostrar que essas bandeiras têm mais força que o conservadorismo representado pela candidatura do pastor. Sentimos que houve um salto grande na última semana. As pesquisas têm margem de erro significativa nos percentuais de que estamos falando – destacou a candidata.


terça-feira, 30 de setembro de 2014

Menino emociona internautas narrando histórias bíblicas

Menino emociona internautas narrando histórias bíblicas Nos últimos meses Elias Leite tem postado em seu canal do Youtube alguns vídeos onde o seu filho, Benício Rios, aparece contando histórias bíblicas. Menino emociona internautas narrando histórias bíblicasO garotinho narra histórias como a criação do mundo, a passagem bíblica sobre Davi e Golias, a história de Noé e outras, sempre de uma forma simples onde adultos e crianças conseguem compreender. Os vídeos estão sendo compartilhados nas redes sociais e emocionando pessoas de todo o Brasil. O vídeo mais visto conta com mais de 56 mil visualizações que é a história do Filho Pródigo, filmada em um parque. A família de Benício frequenta a Igreja Adventista do Sétimo Dia em Recife (PE), denominação que tem até ajudado a promover os vídeos em seu site. O primeiro vídeo de Benício foi postado há cinco meses com a história de Davi e Golias. Depois deste vídeo o pai do garoto publicou mais seis histórias, juntas elas somam mais de 112 mil visualizações no Youtube e milhares de comentários. Muitos dos internautas deixam registrado que estão usando os vídeos de Benício Rios para ensinar crianças nas igrejas e em suas casas. “Apresentei esse vídeo na EBD para os meus alunos e foi uma benção. Eles ficaram vidrados prestando atenção, já havia passado vários vídeos, mas nenhum tinha prendido tanto a atenção deles como esse”, disse uma internauta.

Assista:

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

“Manifesto evangélico com Dilma” reúne espíritas, católicos e até ateu


"Manifesto evangélico com Dilma" reúne espíritas, padre e até ateu


A presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) divulgou recentemente o “manifesto evangélico com Dilma”. Um documento que deveria reunir líderes evangélicos que apoiam a reeleição da candidata petista. No manifesto há católicos, espíritas, budistas e até ateu.
“Manifesto evangélico com Dilma” reúne espíritas, católicos e até ateuA lista divulgada pela candidata não traz nenhum nome de expressão e virou motivo de piada nas redes sociais, pois reúne padres, espíritas e até budistas. Dilma vem sendo criticada por lideres por não ter cumprido os compromissos que prometeu.
Em 2010, Dilma Rousseff conseguiu costurar alianças com vários lideres evangélicos após assinar compromisso de que não abordaria temas polêmicos em seu governo. Dilma quebrou sua promessa e de forma extraoficial tornou legal tanto a união civil de homossexuais quanto o aborto e acabou perdendo o apoio destas lideranças.
espiritas budista e ateu com dilma Manifesto evangélico com Dilma reúne espíritas, católicos e até ateu
Alguns nomes da lista “evangélica” de Dilma Rousseff
A candidata tentou uma reaproximação com alguns líderes, como o pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que rompeu com o PT e acusou o partido de usar órgãos do Governo para persegui-lo.
O deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC/SP), que em 2013 foi alvo de críticas do Governo após assumir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados também rompeu com a candidata do Partido dos Trabalhadores.
Dilma chegou a visitar a Assembleia de Deus do Brás, presidida pelo pastor Samuel Ferreira. Na ocasião a candidata foi bem recebida pelo líder e cogitou-se que a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, dirigida pelo bispo Manoel Ferreira, que é pai de Samuel poderia anunciar apoio à candidata. Porém, a liderança do Ministério de Madureira decidiu apoiar o candidato do Partido Social Cristão, Pastor Everaldo.
Everaldo Pereira é obreiro da Assembleia de Deus de Madureira, no Rio de Janeiro, que é presidida por outro filho do bispo Manoel, pastor Abner Ferreira. Manoel Ferreira é considerado uma espécie de presidente de honra do PSC, pois tem uma proximidade muito grande com os lideres do partido.
dilma e os evangelicos Manifesto evangélico com Dilma reúne espíritas, católicos e até ateu
O manifesto divulgado na fanpage oficial da candidata.
Para tentar reaproximação com o eleitorado evangélico Dilma Rousseff chegou a criar um “comitê evangélico”, de representatividade questionável. A candidata reuniu lideranças de pouca expressão e tentou se justificar afirmando que não mudou nenhuma lei com relação aos temas considerados sensíveis a igreja, mas acabou não convencendo.





quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Jovem negro morto pela Polícia falava de Jesus momentos antes dos disparos, diz testemunha

Jovem negro morto pela Polícia falava de Jesus momentos antes dos disparos, diz testemunhaA morte do jovem Michael Brown, 18 anos, na cidade de Ferguson, Missouri, causou grande comoção nos Estados Unidos e levou a uma onda de protestos. Agora, uma testemunha trouxe mais detalhes ao caso: Michael estaria falando de Jesus quando foi atingido por um tiro disparado por um policial.
A testemunha, que estava trabalhando próximo à cena do crime, afirmou à polícia e ao FBI que passou por Michael Brown e o ouviu falar de Jesus enquanto conversava com um colega. Ambos estavam em um condomínio residencial da região.
A identidade dessa nova testemunha foi preservada por questões de privacidade, segundo informações do jornal St. Louis Post-Dispatch.
O rapaz que topou testemunhar em sigilo afirmou que não conhecia Michael Brown, e no momento do disparo, trabalhava a poucos quarteirões do local onde havia passado pelo jovem 30 minutos antes.
A declaração da testemunha bate com as afirmações do colega de Michael que estava com ele pouco antes de ser morto. Numa entrevista a uma emissora de TV da região, o colega afirmou que Michael vinha sentindo “vibrações ruins” e teria buscado ajuda divina. “Que o Senhor Jesus Cristo me ajude a passar por isso, e não sinta raiva de tudo que eu estava fazendo”, teria dito o jovem ao colega.
Em seu depoimento, o rapaz que testemunhou em sigilo disse que não conseguiu prestar atenção no teor da conversa entre Michael Brown e seu colega, e apenas conseguiu guardar na memória que o jovem assassinado tinha dito que “tinha uma imagem de Jesus em sua parede, enquanto o colega brincava dizendo que o diabo tinha uma foto dele”.
À polícia, a testemunha disse que viu a cena de perseguição contra Michael Brown, que fugia de um carro da Polícia, e também viu o policial Darren Wilson à pé atrás do jovem, e momentos depois ouviu o disparo.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Esse garoto não sabe tocar violão… mas sua música já encantou mais de 5 milhões de pessoas.




O que você faria se precisasse arrecadar dinheiro para sua mãe que está em um tratamento contra o câncer?
Esse jovem garoto, “aprende” a tocar violão e é zombado por alguns colegas de escola que fazem parte da banda.
O rapaz compõe uma música para a sua mãe e canta em diversos lugares da cidade.
Até que os colegas o encontram na rua e descobrem que ele está ali com um panfleto pedindo ajuda para o tratamento de câncer da mãe e então só vendo o vídeo para ver a atitude dos colegas que zombaram por estar tocando mal.
Nos ajude compartilhando

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Religião não torna as pessoas mais morais, afirma estudo



Religião não torna as pessoas mais morais, afirma estudo  


Um novo estudo publicado este mês afirma que pessoas religiosas não são mais propensas a fazer o bem que os “não religiosos” (incluindo ateus e agnósticos). Os pesquisadores entrevistaram 1.252 adultos de diferentes religiões e posições políticas. Pediram que eles registrassem as boas e más ações que cometeram, testemunharam, ouviram falar ou sofreram ao longo de um dia.
O objetivo era avaliar como a moralidade na vida quotidiana difere entre as pessoas, explica Daniel Wisneski, doutor em psicologia pela Universidade de Illinois em Chicago, líder do estudo.
Os pesquisadores comprovaram que pessoas religiosas e não religiosas cometem um número semelhante de atos morais. Ao contrário de outros estudos semelhantes, a afiliação religiosa ou política não determinam necessariamente a compreensão de uma pessoa sobre o que é certo ou errado. Contudo, existem algumas diferenças marcantes como as pessoas de diferentes grupos responderam emocionalmente aos chamados “fenômenos morais”.
Wisneski relata que, por exemplo, as pessoas que se declararam religiosas experimentam maior intensidade nas emoções autoconscientes (culpa, vergonha e desgosto) que as pessoas não religiosas. Ou seja, ficavam mais chocadas e indignadas ao testemunhar ou cometer um ato imoral.
Os religiosos relatam ainda ter um maior “senso de orgulho e gratidão” após cometer atos morais. Do ponto de vista político, liberais e conservadores tendem a pensar em fenômenos morais de formas diferentes.  Os liberais são mais afetados emocionalmente por atos morais ou imorais envolvendo questões de justiça ou injustiça. Já os conservadores deram mais peso a atos de lealdade ou traição.
Segundo os autores, os resultados reforçam teorias sobre a natureza da fofoca, pois as pessoas ouvem falar mais sobre os atos imorais dos outros. O mesmo vale para o chamado “contágio moral” (quem testemunha mais atos morais tendem a reproduzi-los depois) e a “licenciosidade moral” (quem foi vítima de ato imoral tende a se comportar de modo imoral).
O experimento não foi conduzido em laboratório, mas em situações mais realistas, com pesquisas enviadas aos participantes pelo celular quatro vezes ao dia ao longo de três dias. O questionário incluía ainda um pedido para a descrição desse ato moral e como os voluntários se sentiam a respeito dele. Com informações The Blaze e Live Science