quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Não tratem divorciados como excomungados, pede papa




O líder católico pediu aos bispos para que recebam bem aqueles que estão no segundo casamento e também seus filhos
Não tratem divorciados como excomungados, pede papa
O Papa Francisco pediu nesta quarta-feira (5) para que sacerdotes católicos não tratem os divorciados que se casaram novamente como excomungados.

“Essas pessoas não foram, de modo algum, excomungadas … e elas não deveriam absolutamente ser tratados como se tivessem sido, pois são sempre parte da Igreja”, afirmou o papa.
O líder da Igreja Católica Apostólica Romana afirmou que a igreja precisa oferecer de forma urgente as “verdadeiras boas-vindas” aos católicos que estão no segundo casamento e ainda acolher os filhos dessas novas famílias.
“Eles (os filhos) são os que mais sofrem nessas situações. Como podemos exortar esses pais a fazer de tudo para criar seus filhos na vida cristã … se nós os mantivermos à distância da vida da comunidade, como se tivessem sido excomungados?”, questionou.
Até o momento o ensinamento da Igreja Católica é não permitir que divorciados recebam a comunhão, a menos que eles se abstenham de relações sexuais. No entendimento da igreja o primeiro casamento é válido por toda a vida.
O divórcio e o segundo casamento são temas que serão debatidos durante o Sínodo dos bispos que acontecerá em outubro no Vaticano. Uma ala de bispos progressistas tem pressionado o Papa por mudanças e o líder tem insinuado que pretende tratar este tema com outros olhos, porém quer que o Sínodo apresente propostas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário